São Paulo:
11 3078-8264
11 3078-6840
11 99972-8264
Santos:
13 3233-4366
13 99756-4366

Tirei um siso e ficou um buraco: acumular comida ali pode trazer problemas?

UOL – VIVABEM
publicado no dia 13/8/19


Normalmente, não. Esse buraco -chamado tecnicamente de alvéolo –, que é causado pelo espaço vazio que fica no osso após a retirada do dente do siso, será fechado de dentro para fora. … (veja na íntegra)

Dores orofaciais: causas e tratamentos

DIADIA – jornaldiadia.com.br
publicado no dia 6/9/19


As dores orofaciais são associadas aos tecidos da cabeça, face, pescoço e cavidade oral.

Segundo Dr. Alessandro Silva, cirurgião buco maxilo facial da Maxilart, pacientes com disfunções na ATM têm muitas chances de apresentar quadros como dor de cabeça e enxaqueca devido ao desgaste mandibular, além de dores nos músculos da mastigação. “Um exemplo pode ser o famoso estalo que muitas pessoas têm ao abrir a boca”, explica o especialista. (veja na íntegra)

Apneia do sono: Transtorno que pode diminuir a qualidade de vida

O POVO – Jornal O POVO-RJ
publicado no dia 12/9/19


Como uma das principais consequências da apneia do sono é o ronco, muitos costumam associá-la ao nariz. Porém o problema está na faringe, que devido ao estreitamento excessivo (quando a pessoa tem o queixo retraído) ou ao excesso de peso (quando a pessoa tem sobre pele) ou até mesmo ao tamanho da cabeça e pescoço -entre outros fatores- falta espaço suficiente para a passada do ar, que fica comprimido. Vale lembrar que hábitos como consumo de álcool e fumo ajudam a contribuir para o problema.

A apneia do sono atualmente atinge cerca de 30% da população adulta e pode levar até mesmo à morte. Aumenta a probabilidade do desenvolvimento de doenças potencialmente letais e está associada ao aumento do risco de hipertensão, insuficiência e arritmia cardíacas, derrame e diabetes. (veja na íntegra)

Cirurgia reparadora transforma vida de jovem que não conseguia fechar a boca

VIVER EM SANTOS – SP
viveremsantoseregiao.com.br
publicado no dia 28/10/19


Uma vida inteira sem conseguir mastigar, falar direito e fechar a boca. Foi como viveu Clayton por mais de 20 anos, até a tão sonhada cirurgia reparadora que aconteceu no último dia 10 de outubro, comandada pela equipe do Dr. Marcelo Quintela e do Dr. Alessandro, no hospital Alvorada, em São Paulo.

O jovem de Cubatão nasceu com uma deficiência muscular e esquelética, que o impossibilitava de ter uma vida comum. Boa parte da sua comunicação era feita com o uso do celular. Clayton conta que sofria muito preconceito por conta da sua aparência. (veja na íntegra)

Jovem chamado de ‘monstro’ e ‘babão’ passa por cirurgia e aprenderá a falar: ‘Não vou ser mais humilhado’

G1
g1.globo.com
publicado no dia 07/11/19


Além de não comer e não falar direito, Cleiton Bezerra era chamado de ‘monstro’ por sua aparência. Dentistas voluntários conseguiram realizar duas cirurgias e trazer mais qualidade de vida ao jovem. – Por Mariane Rossi, G1 Santos (veja na íntegra)